top of page

Erros que te fazem perder milhares de euros em lançamentos de infoprodutos

Com o crescimento do mercado da educação online, vieram os lançamentos de infoprodutos.


Infoproduto = um curso, mentoria, desafio ou outro que é desenvolvido por alguém que é especialista num assunto e cria um produto para vender ensinando aos outros aquilo que sabe.


Mas nem sempre esses lançamentos são feitos da forma correta, existem muitos empreendedores que desenvolvem algo e depois para lançar assumem que é só partilhar uma publicação nas redes sociais a dizer “vagas abertas” ou “compra aqui”.


A realidade é bem diferente disso.



Um lançamento é muito mais sobre o trabalho desenvolvido antes de abrir vagas do que o do dia de abrir o carrinho.


E se estás a ler isto e acreditavas no exemplo que dei acima, já conseguiste ver que estás a fazer algo errado e talvez por isso, não estejas a conseguir ter os resultados que desejas.


Após 3 anos de negócio próprio desenvolvi o meu método de lançamento que hoje, já é partilhado com o mundo e tem mais de 1180 alunas que o aplicam - tantas pessoas, não podem estar erradas.


Nesse tempo, compreendi os maiores erros que vejo empreendedoras a cometer e com isso, não venderem aquilo que querem e ficam longe dos seus objetivos.


Por isso agora, se te identificares nos pontos que vou listar, já sabes, está na hora de mudar:


1. Não fazer a captação de leads no e-mail e/ou WhatsApp


Leads são os teus potenciais clientes. Recolhes o contacto deles por meio de um formulário no teu site, ou uma inscrição gratuita para alguma aula ou evento.


Esta captação é essencial para mantermos contacto com essas pessoas (já que, elas se inscreveram em algo teu, é porque estão de alguma forma interessadas). Seja pelo e-mail fazendo e-mail marketing ou pelo Whatsapp para grupos onde vais partilhando conteúdos ou onde vais dar condições exclusivas quando abrires o teu curso.


Pensa comigo: se a pessoa se inscreve e depois, nunca mais ouve falar de ti até lhe dizeres “compra!”, o que achas que vai acontecer? É por isso que manter contacto é importante.


Por outro lado, ao fazeres esta captação, mesmo que aquela pessoa não compre logo logo, vai mantendo aquela ligação e um dia, quando lançares um produto que se encaixe nas suas necessidades e condições, vai comprar.


2. Não investir em lembretes para antecipação do evento


O teu evento é um mini curso que dás nos dias antes de abrires vagas para o teu infoproduto. Normalmente de 4 dias (4 lives), onde tu vais mostrar ao teu público o que sabes, um cheirinho daquilo que vão encontrar no teu curso e claro, fazer o teu pitch de vendas!


Esse evento normalmente é anunciado com antecedência, por isso, é normal que alguém acabe por se inscrever e nunca mais se lembrar do assunto.


É por isso que os lembretes são tão importantes. Relembrar aquela lead que ela está inscrita e que, vai estar contigo nos dias X, X e X para aprender e te ouvir.


Seja lembretes em anúncios, sejam lembretes nos grupos de Telegram ou Whatsapp, seja no e-mail… Importa é que invistas nisso.


(É por isso que a captação é tão importante também).


Temos vindo a apostar cada vez mais nisso e tem resultado muito bem.


3. Não dar a opção de pagamento às prestações


Lanças o teu infoproduto a 600€ e esperas que todos os teus clientes te possam pagar a pronto…


Infelizmente, na realidade de hoje, é mais confortável para parte da audiência pagar às prestações.


Mas, isso não quer dizer que as pessoas não queiram comprar de ti e não estejam dispostas a fazê-lo!


Por vezes, elas só precisam de “uma facilidade” para entrar. E é por isso que os pagamentos às prestações são quase obrigatórios, para conseguires aumentar o número de inscrições!


Na plataforma de vendas que eu ensino a usar na Escola da Liberdade Digital tem essa opção de forma automatizada sem teres de estar super preocupada a fazer contas!


(Conselho extra: Podes e deves, lembrar o teu potencial cliente que é um pagamento às prestações e não uma subscrição que pode cancelar quando quiser).


4. Não fazer upsell e down-sell


Downsell = fazer uma oferta de um produto mais barato no fim de um lançamento para quem não estava pronto para comprar o teu produto principal.


Vamos imaginar uma cliente que não pode, de momento, investir 600€ no teu curso mas, pode gastar 100€ num desafio porque quer mesmo aprender contigo.


Não deixes dinheiro em cima da mesa!


Muitas das vezes, essas são as pessoas que depois de entrarem no teu primeiro produto, continuam sempre contigo, acredita!


Upsell = significa vender um produto com um valor mais elevado a quem comprou o teu produto principal no lançamento.


Isto é, tens um curso e depois dele, existe um novo produto que as pessoas podem comprar para continuar na jornada contigo.


No meu caso, às minhas alunas da Escola da Liberdade Digital pode eu apresento a minha mentoria MIL onde eu acompanho e oriento as minhas mentoradas nos seus lançamentos.


A isto chama-se esteira de produtos.


São estratégias que aumentam a faturação final e fazem total diferença no resultado dos teus lançamentos.


E agora girlboss, já estás a começar a pensar que deixaste escapar muito dinheiro no teu último lançamento?


Calma, ainda vais a tempo.


Tenho várias alunas que antes de entrarem na escola, diziam-me exatamente isso por mensagens ou nas caixinhas de perguntas…


“Fiz um lançamento não correu lá muito bem”, “fiz um lançamento, não foi mau mas estava com outra expectativa”...


E quando entraram na escola, mudaram completamente o jogo e os resultados.


Entra na lista de espera da Escola da Liberdade Digital e aprende como fazer lançamentos de sucesso - porque claro, para além destas estratégias que te passei aqui, existem muito mais.


17 visualizações0 comentário
bottom of page