top of page

Como Criei Uma Empresa Online E Comecei A Trabalhar Full Time A Partir De Qualquer Parte Do Mundo

Atualizado: 26 de mai. de 2020

Neste post vou falar-te sobre como criei um negócio online que me deu a liberdade de trabalhar de onde eu quero, gerindo os meus horários, sendo criativa todos os dias, e claro, como também podes fazer o mesmo!





E, acredites ou não: não foi tudo um mar de rosas como muitos empreendedores pintam. Não me despedi do dia para a noite e larguei tudo para dar a volta ao mundo!


Houve ansiedade, muitos fins de semana e horas depois do trabalho a planear, muita pesquisa e aprendizagem com as primeiras experiências.


Então, talvez estejas a pensar: "Então porque decidiste fazer isso?


Nunca fez sentido para mim ter estudado tanto para depois entrar no "mundo real", passar a vida dentro de um cubículo a trabalhar, todos os dias em repetição, para construir o sonho de outra pessoa e viver uma vida mehhh.


Muitos colegas de trabalho diziam: "Tem que ser, é a vida" ou "Eu prefiro estar aqui no escritório e ter algo seguro". ou "Bem-vinda à vida de adulto!". Mas eu não me identificava nada com isso...


E tu podes estar nessa vida há muito tempo, há pouco tempo ou ainda não começaste sequer mas a história é a mesma. Eu já passei vários anos nessa realidade e, tirando as relações interpessoais com os colegas, toda a rotina, obrigatoriedade de estar presente, o entrar de dia e sair de noite do escritório, não ter um propósito no trabalho apesar de gostar do que fazia, sentir que estava a dar o meu tempo de vida por tão pouco, as semanas todas iguais... foi seriamente desgastante a nível físico, mental, emocional e espiritual.


Então durante as minhas férias e tempos livres eu pesquisava cada vez mais sobre trabalho online e investia grande parte do meu dinheiro em viagens para sair daquela rotina e conhecer outras realidades, até que comecei a pensar:


Por que não criar o meu próprio negócio e ter um estilo de vida como eu amo?

Por que não valorizar mais a minha vida e dar-me a liberdade de viver como quero?


Sem dúvida a liberdade e o bem-estar foi a força matriz da minha decisão de abandonar o cubículo, criar um negócio online e fazer parte da revolução do trabalho remoto, inclusive ter co-fundado o primeiro movimento em massa em Portugal com uma conferência que decorreu em Lisboa, o Remote Shift®.





E se gostas de factos comprovados, aqui estão 3 estatísticas rápidas da Payoneer e Upwork...


  • No estudo de 2015, a Payoneer entrevistou mais de 23.000 freelancers de 180 países e o freelancer médio trabalhava 36 horas por semana e ganham significativamente mais do que o salário médio dos não-freelancers na maioria desses países.

  • 60% dos freelancers que deixaram o emprego tradicional agora ganham mais. Desses, 78% indicaram que ganharam mais como freelancers num ano ou menos tempo.


Então agora aqui estão as etapas exatas que passei para criar o meu negócio online a full-time que nos dá a liberdade de estar em qualquer parte do mundo. Let's see girl!


Eu pesquisei muito sobre trabalhar online e pessoas que já o faziam


Quando queres aprender algo novo, qual é a primeira coisa que fazes? Pesquisar! Eu consumi tudo que era vídeo e artigo sobre trabalhar online, as profissões mais requisitadas, o estilo de vida, os negócios digitais mais populares, as maiores dificuldades... e estamos a falar do ano de 2017 onde a informação não era tanta como hoje em dia, principalmente em português.


Tinha um caderno onde ia apontado notas e um marcador no computador para guardar todos os links relevantes que ia encontrando. Eu percebi que uma das áreas mais procuradas no mundo digital era a minha, Social Media Management! Mas quando vi que podia aprender novas capacidades que poderiam complementar esse serviço, comecei a estudar.




Eu estudei skills complementares e passei a dominar ainda mais as capacidades online mais requisitadas


"Mas aprendeste essas principais capacidades online?"


Em primeiro lugar, estava super ansiosa para aprender porque queria mudar de vida rapidamente haha, então comecei a vasculhar blogs, assistir a vídeos no youtube, ler artigos em blogs, devorar e-books e participar em workshops online.


Basicamente consumindo tudo e qualquer coisa em que pudesse ajudar a colocar as mãos na massa e finalmente começar a construir a minha carreira de sonho. Eu gostava que houvesse um único sítio para aprender tudo isso na altura.


Com o meu talento atual de Gestão de redes sociais, criação de conteúdo e estratégia de marketing digital, eu encontrei outra capacidade complementar: o design gráfico para redes sociais e websites.


Serviços que ofereço:


Gestão de Redes Sociais

Estratégia e consultoria de Branding Pessoal

Criação de conteúdo e gestão de blogs

Design gráfico para redes sociais, produtos digitais e websites


Se eu sabia tudo isto? Não. Tinha muita experiência em todas as áreas? Definitivamente não.


Mas agora tenho o orgulho de dizer que domino as principais skills online em marketing e design!


Se estás a pensar "Mas eu não tenho QUALQUER capacidade online", não te preocupes porque eu vou ajudar-te com isso.


Eu criei perfis atrativos nas melhores plataformas de freelancing


Amiga, sabias que trabalhar como freelancer é uma das maneiras mais fáceis, rápidas e eficazes de começar a ganhar dinheiro online?


Só no Upwork existem 12 milhões de freelancers registados!


Incrível não? Então, onde é que alguém vai para conseguir clientes e ter um rendimento online? Plataformas online de freelancers como Upwork.


Estas plataformas de freelancers são basicamente um hub para clientes de todo o mundo que querem contratar remotamente (também conhecidos como nossos primeiros clientes! Yeahhh.)


Então eu configurei o meu perfil de freelancer no Fiverr e no Upwork para começar a ganhar experiência e dinheiro.


Vê aqui o meu perfil no Upwork...



E este no Fiverr...


“Mas como é que sabias que trabalhos eram credíveis?"


Quando começas a passar muito tempo nestas plataformas começas a desenvolver uma capacidade de filtrar os melhores trabalhos e a aperfeiçoar as propostas que envias! Mas para isso precisas de te concentrar e passar um pouco menos de tempo a ver Netflix ou atividades que não vão de encontro ao teu objetivo maior. #letsbehonest


Alguns dos meus primeiros trabalhos foram:


Criação de estratégia digital e gestão de redes sociais para uma empresa de turismo para empreendedores no Kenya, Africa.

Escrever um script de rádio para uma empresa portuguesa

Criar o design dos ícones de Instagram para um perfil profissional de um empreendedor


Eu aderi a grupos de Facebook relacionados com trabalho remoto e empreendedorismo digital


Marcar presença e conectar-me a comunidades que estão na mesma situação foi fundamental para aprender mais, dar a conhecer o meu trabalho, pedir conselhos e partilhar experiências ou dificuldades para obter ajuda. Hoje em dia tenho o meu próprio grupo "Empreendedoras Digitais e Freelancers Unidas" que apenas em 2 meses já conta com 2000 membros, quem sabe não és a próxima?




Verifica também alguns grupos internacionais dos quais faço parte e que também podes pedir para aderir:





Eu investi na minha formação, melhorando mais os meus atuais talentos e aprendendo novos


Super importante! Ganhar o mindset de aprendizagem contínua, porque para trabalhar online precisas de estar em constante atualização e por isso se não gostas de estudar e de renovar o teu conhecimento, então terás de ponderar bem. No entanto, posso dizer-te que hoje em dia qualquer pessoa em qualquer setor tem de estar constantemente a atualizar-se porque a tecnologia e o mundo andam à velocidade da luz. Para sermos bem sucedidos e evoluir na carreira, temos que investir na nossa formação e desenvolvimento pessoal constante.


Uma das formações que mais me impactou foi a certificação internacional que fiz com Anthony Robbins, Dean Graziosi e Russel Brunson para aprender a ensinar online e a organizar mentorias ou eventos online. Com esta formação eu ganhei clareza sobre o meu propósito. Eu já sabia que queria ajudar outras mulheres a transformarem a sua carreira e a cosntruirem um negóciuo online que lhes desse liberdade mas com os ensinamentos desta certificação pude organizar e estruturar o passo-a-passo para o fazer. Por isso nos cursos e mentorias do Girlbosses Hub trago muito esta bagagem que aprendi com o maior mentor do mundo e autor de best sellers, Anthony Robbins.


Descobre as proxiomas mentorias



Espreita o meu certificado...


Eu desenvolvi a minha marca pessoal e lancei o meu próprio site básico com serviços online


Para além de ter passado os meus perfis pessoais a profissionais nas redes sociais, criei um website pessoal em apenas alguns dias e fui melhorando ao longo do tempo. Atualmente, é muito fácil configurar um site básico (e bonito!) com plataformas como o Squarespace, mesmo que não tenhas jeito para o design.


Trabalhando remotamente sem presença física, o meu perfil de freelancer e um site são basicamente as minhas vitrines digitais! Incialmente criei um site básico, mas profissional, para mostrar os meus serviços o que me destacou de outros freelancers e gerou mais contactos!


Outra forma que também é super útil principalmente no início é através de referências familiares ou amigos... mas para isso tens de informar todo o teu círculo próximo dos teus serviços e enviar o teu novo site.


"Mas, o que é que eu coloquei no meu site exatamente?"


Excelente pergunta! - pensei no meu site como um currículo criativo mas mais profissional. Foquei numa forte proposta de valor logo no ínicio e destaque os meus serviços, para quem o fazemos e como posso ajudar a prosperar um negócio através das redes sociais, criação de conteúdo e design gráfico.


Espreita aqui o meu site para te inspirares...





Eu criei uma comunidade digital para ensinar o que eu sabia e servir um propósito


Depois de ter trabalhado com negócios de diversos setores, eu quis afunilar para começar a trabalhar com um público mais específico ajudando-me assim a direcionar a minha comunicação - algo essencial! Mas não só, eu também ganhei este propósito de ajudar mais mulheres a construírem o seu negócio, a sua marca pessoal e a lançarem os seus serviços online. E assim surgiu a comunidade Girlbosses Hub em Maio de 2019, onde inicialmente partilhava conteúdo exclusivo gratuitamente através das nossas redes sociais sobre Empreendedorismo Feminino, Marketing Digital e Desenvolvimento Pessoal.


Quando percebi que havia pessoas que queriam aprender mais comigo, eu criei o nosso primeiro programa de 10 semanas que lhes dava uma transformação de mindset e as bases para começar um negócio. A primeira edição foi um sucesso para mim, tive mais de 20 alunas! Eu estava mesmo radiante porque a comunidade era pequena, só tinha alguns meses de existência e eu tinha investido pouco com a promoção do programa. Uns meses depois estava lançando a segunda edição. As primeiras edições só estavam disponíveis para residentes em Portugal mas agora podes fazer os nossos cursos, mastermind, mentorias estejas onde estiveres! Já temos alunas do Brasil, Dubai, UK, Canadá e muitos mais locais.


Apaixonei-me por transmitir o meu conhecimento, ajudar outras mulheres a fazer o mesmo que eu, ao mesmo tempo que aumentava o meu rendimento. Rendimento + impacto positivo = chave da realização pessoal e profissional.







Quase fazendo 1 ano de existência eu vi que era hora de oficializar as coisas com um site dedicado para a nossa comunidade e academia Girlbosses Hub, repleta de recursos, uma membership e novos cursos! Esse site é o resultado final. :)


Eu passei de freelancer a empreendedora digital com um mindset orientado para o crescimento contínuo


"Uau, isso é uma evolução grande em pouco tempo, como tiveste estas ideias?"


A verdade é que eu acredito muito no poder do desenvolvimento pessoal e passo isso a todas as minhas estudantes e mentees. Não adianta nada querer empreender online só para passado uns meses desistir porque surgiu uma dificuldade ou um obstáculo. Porque eu sei como é, eu sempre vou dizer a verdade. Não é que empreender seja um bixo de 7 cabeças mas tu precisas de sistemas que te vão ajudar a rentabilizar mais, a organizar mais e a automatizar tarefas para que possas realmente viver a experiência que sempre quiseste... trabalhar com o que amas no digital e ter liberdade! E acho que é aqui que nos diferenciamos, é que não queremos ser aquele tipo de empreendedora refém do negócio, sem qualidade de vida, sem bem-estar e totalmente desgastada.


No, girl, no! Aqui vais aprender a capitalizar o teu tempo, energia e dinheiro sempre com o mindset de qualidade de vida e crescimento contínuo porque foi isso que me levou até aqui, até esta conversa contigo que eu sei que não é por acaso!


Estas ideias surgiram do trabalho constante que faço para desenvolver o meu mindset, aprender mais e estar atenta ao que se faz no mercado. Se és uma curiosa nata isso dá-te pontos extra!



Coisas que eu faria diferente se começasse agora


1. Encontrar uma comunidade like-minded de mulheres empreendedoras


Queres que seja sincera? Se fosse a começar hoje, eu juntar-me-ia a uma comunidade de pessoas que pensam da mesma forma e têm os mesmos objetivos que eu, que tivesse a alguém a orientar-nos, como uma mentora mais experiente do que eu!


Porque ter este apoio contínuo ao longo do tempo é priceless, não só porque me pouparia muito tempo de pesquisa, mas também porque teria mais ajuda dos outros em vez de fazer quase tudo sozinha e ainda poderia fazer mais conexões no caminho... Sim, girl, ter uma rede de contactos hoje em dia vale ouro.


2. Participar em retiros de coworking ou trabalhar em espaços de cowork


Existem várias experiências internacionais para freelancers, empreendedores e nómadas digitais que permitem viajar em conjunto e ir para um local inspirador trabalhar e conviver!


Muitas vezes estar nestes encontros faz com que se abram portas inesperadas, parcerias e novos clientes! Mas aqui em Portugal não existia nada e por isso criei o nosso próprio Retiro de Coworking dedicado a mulheres aspirantes ou atuais girlbosses que querem trabalhar juntas durante uma semana numa localização inspiradora no mundo!


Outra opção é trabalhar alguns dias da semana num espaço de cowork ou cafés que tenham uma comunidade de freelancers habitual porque é nestes espaços que conhecemos pessoas como nós e surgem clientes novos. Muitas vezes os freelancers unem-se para entregar um serviço mais completo a um cliente que um deles conseguiu atrair.


No site Coworker podes ver alguns dos melhores espaços de cowork espalhados pelo mundo!



383 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page