top of page

Como ser vista como autoridade no mercado digital

Ser vista como autoridade é fundamental no mercado digital para quem quer criar um negócio e um produto que seja referência.


Tu és a tua ideia de negócio por isso toda a perceção de autoridade recai sobre ti, a tua postura e o teu conhecimento.


Mas se pensas que para seres vista como autoridade tinhas de ter milhares de seguidores ou saber mais do que todas as outras pessoas no mercado… Isso não podia estar mais errado.


Autoridade é a forma como as pessoas olham para ti e aquilo que representas para elas.


Neste artigo vou dizer-te 4 pilares de uma profissional que é autoridade:


1. O teu potencial cliente olha para ti como sabedoria de um determinado tema


Nem sempre vais ser vista como autoridade para todas as pessoas mas vais sim ser vista para o teu tipo de cliente ideal.


Aquela pessoa vê em ti a máxima sabedoria sobre aquele assunto e por isso só quer aprender contigo e comprar os teus produtos. Muitas das vezes, está disposta a comprar qualquer coisa que lances porque sabe que terá valor e fará a diferença na vida dela.


2. Tens a tua imagem pessoal cuidada, adequada ao público e ao que queres transmitir


Não falo sobre te encaixares em padrões com as quais não te identificas mas sim ter uma imagem cuidada e que representa o que tu queres.


É inocente dizer que a imagem pessoal não impacta porque impacta. Quando olham para ti, as pessoas criam logo uma ideia pré determinada na cabeça delas mesmo que inconscientemente, por isso é importante que tudo esteja alinhado para que causes uma boa impressão à primeira vista.




3. Tens um branding autêntico e bem trabalhado para te diferenciares


O branding é o universo de marca, ou seja, tudo o que engloba a tua marca e tudo o que a torna única.


Está englobado: a comunicação, frases e termos que repetes, identidade visual, valores inegociáveis, músicas, ambientes em que te inseres…


É comum dizer que branding é o que as pessoas falam de ti quando não estás na sala e por isso é importante que ele também seja uma prioridade das empresárias para que não caiam no erro de transmitir algo que não querem e acabem por prejudicar mais do que ajudar os seus negócios.


4. Tens produtos alinhados com os problemas e dores da tua persona


Não podes criar os teus infoprodutos na base do achismo. É essencial que conheças a tua persona, ou seja, o teu cliente ideal para que consigas criar produtos que realmente vendam.


Saber as dores, dificuldades e desejos do teu cliente ideal não só te facilita na criação da tua oferta como aumenta a tua faturação já que as pessoas vão querer comprar para suprir a sua necessidade.


Obviamente, mais vendas, mais resultados, mais depoimentos, mais autoridade.


E eu já tive de estruturar cada ponto destes para hoje ser vista como uma referência no mercado de infoprodutos em Portugal.





Isso permitiu-me criar a Escola da Liberdade Digital e levar este conhecimento a mais alunas e assim, aumentar a minha autoridade.


Mas não só a minha. As minhas alunas da Escola ao aplicarem o método já são vistas como autoridade nas suas áreas e os resultados são excelentes.


Isto também é possível para ti e podes entrar na lista de espera clicando aqui e assim seres avisada logo que abram as vagas.

42 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page