top of page

Como te podes tornar numa empreendedora digital em 2020

Atualizado: 12 de ago. de 2020

Se gostavas de te tornar numa empreendedora digital ainda este ano, este artigo é para ti, porque vou explicar-te quais são os primeiros passos a dar e alguma das possibilidades que existem.




Hoje em dia, mais do que bons salários, os profissionais estão à procura de boas condições de trabalho, flexibilidade, e, acima de tudo, de algo que lhes permita sentir recompensados pelo investimento de tempo e esforço, ao mesmo tempo que se sentem felizes e realizados.


O que não acontece na maioria das vezes, certo? Pois é, o problema é que muitas empresas ainda não entenderam que são as pessoas que fazem parte do sucesso da empresa, não só os produtos e serviços.


Quantas vezes já foste atendida num café por um funcionário mal disposto? Muitas. Quantas vezes lá voltaste? Provavelmente nunca mais.


Então o empreendedorismo digital tem sido uma grande virada no jogo e uma mudança de vida muito positiva para milhares de pessoas, especialmente mulheres.


Porquê mulheres? Porque nós mulheres valorizamos cada vez mais a nossa liberdade, independência, bem-estar e qualidade de vida, junto de quem é importante para nós.

Além disso muitas pessoas estão a sentir um chamado especial para contribuir para um mundo melhor e para ajudar os outros, através do seu conhecimento e talentos.


Deixa-me contar-te uma coisa que talvez não saibas sobre o Girlbosses Hub... esta escola de empreendedorismo digital no feminino não começou como um negócio. Começou como uma comunidade, sem qualquer produto ou serviço. Eu realmente só queria transmitir uma mensagem, um statement! Eu sentia que tinha um propósito de empoderar as mulheres a serem mais livres através do trabalho online, tal como eu tinha feito, mudando a minha vida por completo.


Se estás a ler este texto, provavelmente já sabes o que significa ser empreendedora digital mas nunca é demais clarificar.


O que é uma empreendedora digital?


Com o acesso à internet cada vez mais simples e as possibilidades de gerar rendimento online, o empreendedorismo digital é uma forte tendência no momento. Ser empreendedora digital é alguém que cria um negócio na internet, vendendo serviços ou produtos online, sem necessidade de investir em espaços físicos. Tem liberdade de localização, horários e não tem necessidade de ter uma equipa grande a trabalhar consigo. Na verdade, na maioria das vezes as empreendedoras digitais começam sozinhas.


No mundo digital, a tecnologia oferece cada vez mais recursos e ferramentas para que qualquer negócio possa ser executado e gerido 100% online, muitas vezes até automatizado.


Porquê empreender online?


O empreendedorismo digital permite que profissionais possam começar um negócio investindo muito pouco dinheiro, comparativamente aos negócios físicos, e há a possibilidade de ter um rápido retorno seguindo as estratégias certas.


Vê o post que partilhamos onde comparamos os ganhos médios mensais de um trabalhador comum em Portugal com os ganhos que um produto digital nosso rendeu em apenas 6 dias, depois de ser lançado praticamente de forma orgânica.


Tornar-te numa empreendedora digital em 2020 é provavelmente a melhor decisão que podes tomar, pois isso não implica largar o teu emprego agora e "arriscar" tudo. A melhor parte dos negócios online é que podem começar por ser side projects para mais tarde, quem sabe, tornar-se na tua atividade principal. Por outro lado, como muitas pessoas ficaram sem o seu emprego este ano, o empreendedorismo digital ou o freelancing acaba por ser o caminho perfeito e económico, a partir de casa ou de qualquer lugar no mundo!



Como te podes tornar numa empreendedora digital em 2020?


Esta é uma atividade que deves iniciar tendo feito um bom planeamento para que não te cause mais frustração que lucro!


1 - Descobre o melhor negócio online para ti


"Quero empreender online mas... não sei em quê". Esta é das perguntas que mais recebemos no Girlbosses Hub! Por este motivo, criamos o Quizz - Descobre o melhor negócio online para ti, completamente gratuito. Este quizz tem como base os teus talentos, interesses e prioridades de trabalho. No final de algumas perguntas, damos-te um resultado, apontando o tipo de girlboss que és e quais os negócios ou áreas são as mais adequadas para ti.





Só é possível responder a esta pergunta ganhando autoconhecimento!


2 - Faz uma pesquisa de mercado antes de decidir no que vais empreender online


Se mais pessoas fizessem pesquisa de mercado antes de se aventurarem para depois dizerem que não é possível viver do negócio online, tudo era melhor. Ainda para mais, nos dias de hoje existem tantas ferramentas gratuitas para colocar um questionário a correr nas redes sociais, como por exemplo o Forms do Google!


Cria uma série de perguntas, por exemplo 10 ou 15, para descobrir quais são as dores, problemas e desejos das pessoas. E não tens de atender a todas! Quando analisares os resultados, provavelmente vais detetar um padrão e é esse o padrão que deves usar para estabelecer a estratégia do teu negócio online.


3 - Define o teu nicho


Escolher um nicho de mercado é o próximo passo, tendo em conta a pesquisa de mercado que fizeste. Isto porque é impossível criar um produto ou serviço que atenda as necessidades de todos os públicos! As pessoas são diferentes, tal como os seus interesses, dados demográficos, necessidades, desejos, problemas...


Ao definir um nicho para o teu negócio online, vais poder determinar o público para o qual vais falar e, consequentemente, todas as estratégias que vais aplicar para ganhar notoriedade, captar potenciais clientes e vender.


4 - Escolhe o modelo de negócio online que queres adotar


Existem vários modelos de negócio online e antes de avançar, deves analisar as tuas hipóteses. Aqui estão 3 caminhos:


  • Negócio online baseado em serviços

  • Negócio online baseado em produtos digitais

  • Negócio online baseado em produtos físicos

  • Negócio online híbrido

Um negócio online baseado em serviços é um modelo que te vai gerar uma renda ativa pois terás de entregar um serviço, trabalhando à hora ou ao projeto. Por exemplo, se és uma gestora de redes sociais terás de definir pacotes mensais para a gestão das redes sociais. Se és uma coach, também terás de criar pacotes de sessões de coaching.


Um negócio online baseado em produtos digitais é um modelo de negócio que te pode gerar dois tipos de renda: ativa e/ou passiva. Se criares um curso online e gravares todas as video-aulas, colocando o curso à venda, o trabalho já está feito, isto é, o trabalho é todo realizado anteriormente às vendas. Depois o produto digital (curso) ficará a render continuamente, tendo tu que fazer a sua divulgação. Nos cursos online com aulas em direto, já se pode chamar de renda ativa porque tu terás de estar presente para gerar esse rendimento.


Um negócio online baseado em produtos físicos pode ser uma loja online, em que vendes produtos criados por ti própria ou de outros fabricantes, como no modelo de negócio Dropshipping ou White Label.


Um negócio online híbrido combina os três modelos anteriores ou dois deles, como é o caso do Girlbosses Hub que tem todos.

5 - Cria um plano de negócios e marketing


Não precisas de criar um plano de negócios complexo, como se fosse para pedir um apoio financeiro ao Estado, mas sim um plano com as bases do negócio e projeções a curto, médio e longo prazo.


Já no Plano de Marketing, com a infinidade de recursos que existem hoje em dia torna-se crucial para qualquer empreendedor, digital ou não, aprender mais sobre Marketing, Copywriting e Vendas. São capacidades que, aliás, todas as pessoas deveriam ter acesso desde cedo. Nesse Plano de Marketing vais definir o Marketing Mix, mais conhecido como os 4 P's do Marketing:


Produto

Preço

Placement (Logística)

Promotion (Divulgação)



6 - Cria a tua Marca com um Branding marcante e sê coerente em todos os canais


Hoje em dia, uma empreendedora digital com sucesso tem sempre uma marca forte. O Personal Branding é a área de estudo que ajuda a uma marca pessoal se posicionar no mercado e no digital. Para marcas empresariais, o mesmo se aplica.

A identidade visual das marcas no digital fazem a diferença!


Esse branding terá de estar presente nas redes sociais, site, peças de marketing e comunicação, e até nos próprios produtos ou materiais do serviço.




Estes são os primeiros passos que não deves saltar nem ignorar se te queres tornar numa empreendedora digital em 2020. Agora é passar a ação! Se gostaste deste conteúdo partilha nas redes sociais para que outras pessoas também possam aprender.


Entra no nosso grupo de Telegram e recebe conteúdo e dicas exclusivas todas as semanas.

245 visualizações0 comentário

Σχόλια


bottom of page