top of page

Como definir o nicho de mercado de um negócio

Atualizado: 12 de out. de 2022

Por norma, algumas empreendedoras têm dificuldade em definir o nicho de mercado, ou seja, o segmento de mercado em que vão atuar.


Este termo teve um grande boost e ganhou cada vez mais importância, com o crescimento do mercado digital durante a pandemia e, por isso mesmo, algumas pessoas ficaram na dúvida “afinal, qual é o nicho em que me devo inserir?” (porque já não é possível falar de tudo um pouco).


Explicando na prática o que é nicho de mercado:


Vamos imaginar o nicho de Marketing Digital. Dentro dele podemos encontrar vários sub-nichos: Gestão de Redes Sociais, Gestão de Tráfego, Copywriting e por aí vai.


E apesar de parecer simples, existem alguns fatores que te podem fazer ter esta dúvida:


  • Tens muitas paixões

  • Tens várias habilidades

  • Gostas de várias áreas

  • Tens conhecimento em áreas distintas


Mas simplificando, definir o teu nicho é encontrar um ponto entre: o tema que te apaixona, temas que dominas/tens experiência e uma área que é rentável (vê a imagem abaixo):





Ora, tenho a certeza que aqui já excluíste algumas áreas que até tinhas na cabeça mas que ou não tens domínio suficiente ou não é assim tão rentável.


Mas não fica por aqui.


Entrando um pouco também no autoconhecimento (este exercício é feito na minha Escola), quero que te faças as seguintes perguntas:


1. Que transformação eu vivi que posso ajudar outras pessoas a passarem por isso também?


Esta questão é realmente importante. Sabes quanta experiência acumulamos ao longo dos anos com os desafios que passamos, as transformações que vivemos e assim, podemos ajudar outros a fazer o mesmo?


Tenho várias alunas que o fazem, por exemplo: construir um relacionamento saudável, superar crises de ansiedade, deixar o açúcar, perder peso, desenvolver negócios… Porque elas próprias passaram pelo processo.


Tu também podes ensinar alguém a ultrapassar uma dificuldade se essa for uma área que gostes e domines.


2. No que eu sou realmente boa a fazer e gosto de fazer?


Não te limites apenas a perguntar a ti mesma e a apontar num papel.


Pergunta mesmo às pessoas que estão à tua volta (pais, amigos, companheiro/a, etc) porque muitas vezes, apesar de termos alguma consciência, sozinhas não conseguimos entender bem tudo o que fazemos de melhor mas eles sim.


Não tenhas vergonha e pergunta: “Podes-me dizer 2 ou 3 coisas que eu sou boa a fazer?”!


Vais ver que vais ficar surpreendida.


3. É possível que me paguem para aprender isso comigo? Para eu guiar as pessoas a chegar ao mesmo resultado que eu?


Aqui, podes e deves fazer um estudo de mercado para ver se já existem outras pessoas a fazer o mesmo que tu ou estar atenta aos sinais dos outros.


Existe algo que faças ou fizeste e as pessoas à tua volta te perguntem sobre? Muitas vezes isso é uma oportunidade que não conseguimos ver o potencial, mas agora, podes apostar nisso.


É por isso que tantas pessoas que faziam algo como um hobby, acabaram por evoluir para um negócio.


E se ainda tens dúvidas se vais querer fazer isto para o resto da tua vida, podes ficar descansada, tenho uma boa notícia para ti:


Podes mudar o teu nicho se ele deixar de fazer sentido para ti. Se por algum motivo não der mais resultado. Se mudares de gosto ou perceção.


A qualquer momento podes redirecionar o barco, até mudando apenas de sub-nicho, se for a tua vontade.


Para além de que não precisas de ser tão específica desde o início, podes afunilar à medida que vais praticando, ganhando experiência e sentindo a audiência.


(Muitas vezes, achamos que temos uma ideia de produto ou serviço maravilhoso mas ninguém quer comprar e por isso, deixamos passar ao lado oportunidades incríveis.)


Mas mesmo depois de todas estas questões e dicas podes estar a pensar:


“Mas, eu já me fiz estas perguntas e identifico-me com zero. Empreender não é para mim?"


Se achas que ainda não descobriste a tua vocação, podes ser uma pessoa multifacetada tal como eu!


(Eu também tive dificuldade em entender no que ia empreender, já que estas perguntas que pareciam tão simples, não me ajudavam a tomar uma decisão final).


Pessoa multifacetada = pessoa que gosta de várias coisas, temas ou áreas diferentes e quer seguir todas no seu negócio.


Então não encares isso como uma escolha ou algo mau mas sim como a primeira coisa em que vais empreender.


Escolhes primeiro uma área que vai de encontro às questões ditas em cima e pelo caminho, vais incorporando outras coisas que também gostas no teu negócio ou quem sabe, daqui a alguns anos, abrir outro nessa área que também adoras.


Na minha Escola da Liberdade Digital, temos uma etapa completa que se chama “Etapa 1 - A Descoberta” desenvolvida exatamente para focar no teu autoconhecimento, definição de nicho, pessoas multifacetadas…


Não tens de fazer tudo sozinha, eu quero dar-te a mão e guiar-te.


Se queres finalmente, não só definir o teu nicho mas também construir o teu negócio de sucesso, entra na lista de espera para seres avisada logo que abrirem vagas.

40 visualizações0 comentário
bottom of page